IESP UERJ

Apresentação

O Núcleo de Estudos de Teoria Social e América Latina (NETSAL) é um grupo de pesquisa do Instituto de Estudos Sociais e Políticos (IESP) da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), que desenvolve suas atividades nas duas áreas de pesquisa indicadas por seu nome.

A área de Teoria dedica-se aos fundamentos da Teoria Sociológica e Social, discutindo principalmente os seguintes temas: teoria da subjetividade coletiva, modernidade global e teorias das ações coletivas e dos movimentos sociais. Abarca tanto as discussões mais gerais, globalmente encetadas, sobre estes temas, quanto as suas manifestações específicas no subcontinente latino-americano. A área de América Latina surge, por seu turno, como referente empírico central que dá sustentação a parte das discussões desenvolvidas tanto em Teoria Social de modo geral, como em Ações Coletivas, Contestações Políticas e Movimentos Sociais, de forma mais específica. Em particular, a ideia de modernidade (global e na América Latina) e as contestações e movimentos sociais são os focos estruturantes das indagações que o NETSAL propõe.

O grupo busca assim não descurar da realidade empírica e da relação da pesquisa teórica com esse universo, mas também reservar à teoria um lugar de destaque nos debates intelectuais atuais. Nos últimos anos, o foco das pesquisas empíricas e da discussão conceitual do NETSAL vem se ampliando, de modo a buscar interações entre a teoria crítica e as contestações sociais e a pôr a América Latina em uma perspectiva comparada. Por um lado, a América Latina tem sido analisada em uma perspectiva comparada em relação à Ásia e a África. Por outro lado, as resistências e movimentos sociais latino-americanos também têm sido pesquisados de forma comparada com aqueles de outras regiões, como África e Europa, além dos esforços dedicados a analisar o internacionalismo contemporâneo, os movimentos sociais globais e a ação coletiva transnacional, com foco central no “Sul Global”.

Resultados recentes dessas linhas de preocupações podem ser encontrados nos projetos de pesquisa individuais e coletivos, nas publicações dos membros do grupo e, em particular, na confluência dos trabalhados dos seus coordenadores, Breno Bringel e José Mauricio Domingues.

As atividades do grupo incluem: discussões e reuniões periódicas; debates de conjuntura política e seminários internos; desenvolvimento de pesquisas e atividades de extensão; organização de seminários nacionais e internacionais; e, mais recentemente, publicações próprias em dois formatos: dossiês e working papers. Destaca-se, entre todas essas atividades, a organização do Seminário Internacional 'Modernidade Global e Contestações Sociais' (Rio de Janeiro, Maio de 2012), que reuniu destacados especialistas internacionais de todos os continentes, e que espelha alguns dos temas centrais sobre os quais o núcleo vem se debruçando em suas pesquisas, discussões e publicações. Neste ultimo campo, vale ressaltar também que o grupo tem produzido, além de dissertações de mestrado e teses de doutorado, vários artigos, capítulos de livros e livros com importante repercussão nos meios acadêmicos nacionais e internacionais.

Linhas de trabalho:

  • Fundamentos da Teoria sociológica e social
  • A modernidade e a América Latina
  • A terceira fase da modernidade em perspectiva comparada
  • Sociologia latino-americana
  • Ação coletiva transnacional: perspectivas do Sul Global
  • Movimentos sociais contemporâneos

Visite-nos também em nossa página da ACADEMIA